Concreto que respira natureza

Schulz on 11/08/2019

Nova tecnologia que adiciona o dióxido de titânio ao concreto, transforma o material em um verdadeiro filtro de ar.

Ainda é novidade, porém já existem algumas construções aqui no Brasil com a nova tecnologia de concreto sustentável. O diferencial deste é que foi se adicionado ao concreto um composto chamado dióxido de titânio, que por meio de uma reação química, em contato com raios UV o material absorve poluentes. A experiência diminuiu a concentração de dióxido de nitrogênio e de óxido nítrico em até 45%. A química mostra que o dióxido de titânio pode ser um ótimo aliado do meio ambiente. É um produto naturalmente autolimpante, o que junto com o concreto faz dele um “filtro” natural do ar.

Além desta maneira de transformar as construções civis em ecológicas temos vários materiais utilizados nas obras que hoje se enquadram em uma construção sustentável, como, por exemplo:
Telhas ecológicas

Existem diferentes opções de telhas ecológicas no mercado hoje em dia, como as que são produzidas com fibras de pinho, eucalipto, sisal, bananeiras ou coco, além de telhas feitas com papel e resina reciclados.

Blocos de entulho

Feitos a partir do reaproveitamento do entulho de construções demolidas ou reformas.

Madeira manufaturada

Tábuas feitas a partir de material reaproveitado, como serragem e madeiras de construções demolidas.

Madeira plástica

Feita a partir de plástico reciclado, pode ser usada como piso ou revestimento. É um material de fácil manutenção e possui a vantagem de ser imune ao cupim e outras pragas.

Cimento ecológico

Também chamado de CPIII, este cimento reaproveita 70% do resíduo gerado pelas siderúrgicas e é mais durável que os outros tipos de cimento.

Tintas minerais

Por não serem feitas com derivados de petróleo, possuem baixa concentração de compostos que, ao evaporar, danificam a camada de ozônio.

 

Nós, além de construir, queremos ajudar você a cuidar do mundo.

0 comments
Post a comment